Pular para o conteúdo

Test drive Cronos: Bom projeto

Test drive Cronos: Bom projeto

Moderno, bonito e bom de espaço interno com seu porta-malas generoso, o Fiat Cronos merecia posição melhor no ranking de vendas do mercado nacional

Versão sedan do Fiat Argos, o Cronos é um caso curioso do mercado nacional. Enquanto seu “irmão” hatch é o sétimo carro mais vendido (considerando todos os modelos), ele ocupa a 30ª posição no mesmo ranking. Não se trata nem de desempenho dentro do seu segmento de sedans compactos, já que o Chevrolet Prisma, por exemplo, é o 4º carro mais comercializado do Brasil.
Fazendo um test-drive com o modelo, é difícil entender esse desempenho. O Cronos, assim como o Argo, é um projeto esteticamente muito bem acabado, tanto interna quanto externamente. O modelo que guiamos, o top de linha Precision 1.8 automático equipado com os opcionais Kit Tech (principais componentes: retrovisores com rebatimento elétrico, ar condicionado digital, quadro de instrumentos de alta resolução de 7” e sensores de chuva e crepuscular) e câmera de ré, é um carro bastante agradável de andar na cidade.
A suspensão tem uma certa rigidez característica dos compactos da Fiat, mas o nível de ruído interno é baixíssimo, o motor é bem discreto e os bancos são bastante confortáveis. Associadas estas características ao câmbio automático de seis velocidades, o resultado é um carro que não cansa o motorista mesmo após um dia inteiro enfrentando o trânsito. A transmissão vale, ressaltar, tem passagens compassadas que levam a um comportamento comedido, ou seja, o carro embala suave. Mas no trânsito lento da cidade, com o som ligado, ninguém sente falta de uma condução esportiva.
Um bom recurso é o sistema Start Stop, que desliga o carro automaticamente a cada parada e o religa assim que o motorista tira o pé do freio. É de se perguntar porque todos os modelos brasileiros não vêm de série com câmbio automático e o Start Stop. Deviam ser itens obrigatórios, para estressar e cansar menos os motoristas. No caso do Cronos Precision que guiamos, essa combinação é muito boa, porque além da sensação de que está economizando combustível, o motorista sabe que está contribuindo um pouco mais para reduzir a emissão de poluentes na cidade.
Além das comodidades já citadas, o Cronos que guiamos também tinha recursos como o ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), que melhora a dirigibilidade em situações de perda de aderência dos eixos, o TC (Controle de Tração), que evita a derrapagem das rodas ao acelerar em subidas ou pisos molhados, e o HH (Hill Holder), que segura o veículo como se fosse um freio de mão automático, em ladeiras.
Como um bom Fiat, o Cronos dá muita sensação de robustez para o motorista. Não há medo de enfrentar, com ele, os buracos cotidianos da cidade – só foi preciso um pouco de cuidado com a parte de baixo do parachoque dianteiro em desníveis mais acentuados, mas o comportamento predominante é mesmo de robustez.
Em relação a espaço, o porta-malas do Cronos, com 525 litros, é o maior entre os principais concorrentes. Além disso, a abertura da tampa é bem projetada, permitindo a colocação e a retirada de grandes objetos sem muita dificuldade. Já a distância entre-eixos, medida importante para garantir o conforto dos passageiros do banco de trás, é a terceira melhor do seu segmento, só perde para o Prisma e para o Logan.
O Cronos é bem mais bonito e moderno que o Voyage, e seu porta-malas tem mais de 70 litros que o do Ka Sedan, para citar dois de seus concorrentes que vendem mais. Além disso, é um Fiat, marca conhecida por carros duráveis e com uma boa rede de concessionárias. É mesmo difícil entender porque seu desempenho no mercado não é melhor.

Ficha técnica

Motor
Número de cilindros 4
Cilindrada total 1.747 cm³
Taxa de compressão 12,5:1
Potência 135 cv (gasolina) /139 cv (etanol) a 5.750 rpm
Torque máximo 18,8 kgfm (gasolina) / 19,3 kgfm (etanol) a 3.750 rpm

Câmbio
Automático de seis velocidades

Freios
Dianteiro A disco ventilado
Traseiro A tambor

Direção
Tipo Elétrica com pinhão e cremalheira
Diâmetro mínimo de curva 10,5 m

Rodas
6” x 16” de liga leve

Pneus
195/55 R16”

Dimensões
Peso em ordem de marcha 1.271 kg
Capacidade de carga 400 kg
Comprimento 4.364 mm
Largura 1.726 mm
Altura 1.516 mm
Distância entre-eixos 2.521 mm
Volume do porta-malas 525 litros
Tanque de combustível 48 litros

Desempenho
Velocidade máxima 195 km/h (gasolina)/ 196 km/h (etanol)
Aceleração 0 a 100 km/h 10,8 s (gasolina)/ 9,9 s (etanol)

Valor do modelo guiado (montado no site da Fiat)
R$ 80.928,00