Pular para o conteúdo

Honda CR-V Hybrid: Mais um híbrido pra conta

Honda CR-V Hybrid: Mais um híbrido pra conta

SUV chega em nova versão com sistema propulsor mais moderno e eficiente, que combina motor a combustão com elétrico e um gerador de energia

Segundo a Honda, o CR-V é o seu modelo que mais vende no mundo. No Brasil, infelizmente, pelas peculiaridades do nosso mercado, ele é um carro de luxo e apenas para afortunados que podem desembolsar mais de R$ 350 mil por um automóvel. Mas merece referência principalmente porque sua nova geração chega com uma combinação que tem se mostrado cada vez mais importante: a motorização híbrida.
Em tempos de tragédias causadas pelo aquecimento global e diante das muitas polêmicas que ainda envolvem os carros totalmente elétricos, as opções híbridas são as que se mostram mais viáveis, porque economizam combustível, ajudam a poluir menos e não deixam o veículo dependente de recargas difíceis e que duram séculos. No caso do CR-V, o sistema não é o plug-in (aquele que permite recarga com tomada externa e geralmente dá uma boa autonomia para o carro rodar 100% elétrico). A alimentação da bateria vem do funcionamento do próprio carro, que depende totalmente do motor a combustível. Mas não deixa de ser um alento.
O sistema que o equipa é chamado de HEV. Ele possui dois motores elétricos dispostos em paralelo – um para tração e outro para geração de energia – e um propulsor 2.0 a combustão a gasolina. Este último tem 147 cv de potência e 19,4 kgfm de torque. Já a potência do motor elétrico é de 184 cv, com torque de 34,2 kgfm. A Honda não informou a potência total combinada dos dois propulsores.
São três modos de operação: EV Drive (100% elétrico), Hybrid Drive (elétrico e combustão) e Engine Drive (somente combustão). Os dois primeiros são para baixa velocidade e o último para médias e altas. A montadora não informou, no material de divulgação do modelo, a autonomia do sistema 100% elétrico nem o consumo de combustível do carro. Difícil entender porque informações tão importantes como essas ficam omitidas, já que a empresa usa o sistema híbrido como um dos destaques do seu modelo.
Segundo a Honda, como o motor elétrico de tração (lembrando que o outro motor elétrico é apenas para geração de energia) tem boa potência (184 cv), na maior parte das condições de rodagem dos modos EV Drive e Hybrid Drive é ele que irá tracionar o veículo. “Por isso, a entrega dinâmica é muito semelhante à de um carro 100% elétrico”, diz a montadora. Uma característica do design, ligada ao desempenho do carro, merece destaque. A grade inferior do para-choque possui aletas ativas que abrem e fecham automaticamente, dependendo da temperatura da água do motor, melhorando a aerodinâmica e a eficiência de combustível.
A tração do CR-V é do tipo AWD (All Wheel Drive). Também chamada de integral ou permanente, esse tipo distribui a força entre os eixos de maneira dinâmica e automática, de acordo com a necessidade detectada. A proporção varia de 60% dianteira / 40% traseira a 50% para cada eixo.
Em relação a itens de conforto, o veículo traz bancos dianteiros com ajuste elétrico – o do motorista com regulagem lombar e memória de posições –, painel de alta definição com 10,2 polegadas, Head-up display de 5,2 polegadas, porta-copos iluminado, carregador de sem fio, freio de estacionamento elétrico, compartimento com 9 litros entre os bancos dianteiros, duas portas USB-C e saídas de climatização para os passageiros do banco de trás e sistema de multimídia com som da marca Bose, 12 alto-falantes e tela sensível ao toque de 9 polegadas.
Por fim, a segurança é garantida pelo pacote que a Honda chama de Hensing. Ele atua por meio de uma câmera frontal com 90° de ângulo de varredura e de um radar instalado atrás do logotipo da grade frontal com campo de 120º de ângulo de varredura. A atuação dos equipamentos permite as seguintes funções:
ACC com LSF – Controle de cruzeiro adaptativo com manutenção de distância segura em relação ao veículo à frente, incluindo parada total e posterior retomada do movimento;
CMBS – Aciona o freio quando é detectada possibilidade de colisão frontal, identificando pedestres e veículos que estejam no mesmo sentido ou no sentido oposto;
LKAS – detecta faixas e ajusta a direção, mantendo o veículo centralizado;
RDM – detecta saídas da pista e ajusta a direção;
AHB – comuta automaticamente farol baixo ou alto, de acordo com a condição.
Outros itens importantes de segurança do CR-V: 10 airbags de série (frontais, tipo cortina, joelhos, laterais dianteiros e laterais traseiros), monitor de atenção do motorista, assistente de tração e estabilidade (VSA), assistente de partida em rampa (HSA), sistema de luzes de emergência em frenagens severas (ESS), câmera de ré com linhas dinâmicas, sensor de pressão dos pneus (TPMS), LaneWatch (assistente para redução de ponto cego) e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.
Preço sugerido
R$ 352.900,00