Pular para o conteúdo

ESPORTIVIDADE: POLO GTS

ESPORTIVIDADE: POLO GTS

A sigla GTS, que era uma das grandes referências de esportividade do mercado brasileiro nos tempos de restrição a veículos importados, foi trazida de volta pela VW

Foram 26 anos desde que a sigla “GTS”, associada à esportividade de modelos como o Passat e Gol, deixou o portfólio da Volkswagen no Brasil. A marca voltou com o Polo, modelo no qual a montadora tem apostado para ser um elo entre a simplicidade e robustez de seus carros de entrada, como o Gol, e a sofisticação e a tecnologia de outros como o Jetta e o Golf. O Polo GTS chegou em janeiro às mais de 500 concessionárias da marca com preço a partir de R$ 99.470.
Equipado com o motor 250 TSI (1,4 litro, 150 cv e 250 Nm de torque) e câmbio automático de seis marchas AQ250 (o mesmo do Jetta, mas com ajuste mais esportivo), o Polo GTS nasceu de um conceito inspirado nos modelos dos anos 1980 e 1990. Ele acelera de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e sua velocidade máxima, segundo a Volkswagen, chega a 207 km/h.
Parte da família EA211 de motores, o 250 TSI é produzido na fábrica da montadora em SãoCarlos e equipa os modelos Jetta e Tiguan.
Externamente, o Polo GTS traz detalhes exclusivos como faróis full LED. Ligando-os de lado a lado há um filete vermelho, que destaca a esportividade do Polo GTS. A grade do radiador tem formato de “colmeia” e traz o logo GTS. As rodas são de 17 polegadas, diamantadas, com pneus 205/50 R17 – perfil que, informa a Volkswagen, “permite ótimo equilíbrio entre conforto de rodagem e estabilidade em curvas”, destacando que o acerto da suspensão é mais firme que o da versão Highline, também para melhorar as características de esportividade.
Na traseira, o Polo GTS traz defletor na tampa do porta-malas pintado em preto brilhante e a seção inferior do para-choque traseiro exclusiva. As lanternas são de LED, com assinatura noturna diferenciada da versão Highline. Para complementar, a saída de escapamento é dupla.
Na cabine escurecida (teto, bancos e laterais de porta são da cor preta), os bancos são esportivos e mais firmes para oferecer bom apoio ao corpo nas curvas. O apoio de cabeça integrado remete aos bancos utilizados em carros de competição. O revestimento é feito com misto de tecido e couro, trazendo linhas horizontais que fazem referência aos bancos dos modelos da década de 1980 e com a sigla GTS gravada no encosto. O volante tem acabamento de couro, costuras vermelhas e a sigla GTS na base. Detalhes na cor vermelha também estão nas molduras das saídas de ar, base da alavanca de câmbio e tapetes.
O Polo GTS é equipado de série com o painel digital (Active Info Display), que se diferencia pela iluminação vermelha. Outro recurso é o seletor do modo de condução, que altera a personalidade do carro, afetando inclusive o som do motor – o motorista pode escolher entre os modos “normal”, “ecológico”, “esportivo” ou “individual”. Quando é selecionado o modo esportivo, entra em ação o atuador sonoro, que amplifica o prazer ao dirigir, garantindo mais emoção.
Ainda no campo da eletrônica, o Polo GTS é equipado com o XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), que faz parte do ESC – Controle eletrônico de estabilidade (item de série). O recurso melhora o comportamento dinâmico do carro, aumenta a agilidade e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos e permitindo uma transferência do torque disponível do motor para as rodas externas.
O XDS+ funciona com quaisquer condições de aderência do piso. Isso resulta em dirigibilidade precisa, com mais tração e agilidade nas curvas. O ESC do Polo GTS também inclui o sistema de frenagem automática pós-colisão (Post-Collision Brake), recurso exclusivo na categoria.
A lista de equipamentos de série traz sistema Kessy de acesso ao veículo e partida do motor sem uso da chave, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros para auxílio ao estacionamento (que incluem câmera de ré), sistema start/stop (que desliga e liga o motor na paradas em semáforos, por exemplo), e o sistema de som Discover Media, com tela colorida de 8 polegadas sensível ao toque, navegação, App-Connect e comando por voz.
Também são itens de série o detector de fadiga, retrovisor interno eletrocrômico, sensores de chuva e crepuscular e o controlador automático de velocidade (piloto automático). Como opcional, está disponível o pacote Beats, com o sistema de som que inclui alto-falantes, tweeters, subwoofer e amplificador, além do recurso de variação do espaço no porta-malas (s.a.v.e.) e rede para objetos no compartimento.