Pular para o conteúdo

Jeep Commander: Mais uma opção de 7 lugares

Jeep Commander: Mais uma opção de 7 lugares

A Jeep amplia o portfólio dos seus SUVs no Brasil com o Commander, trazido para concorrer no segmento imediatamente superior ao Compass

Enquanto uns abandonam a manufatura no Brasil, como a Ford e a Mercedes-Benz, há quem siga investindo no País. É o caso da Jeep, um dos (muitos) braços da Stellantis, empresa que, sob a liderança da Fiat, engloba ainda as marcas Chrysler, Dodge, Ram, Citroën e Peugeot. O mais recente lançamento é o Commander, que vai ocupar um patamar acima, em termos de preço e recursos, do Compass.
Fabricado no Polo Automotivo de Goiana (PE), o modelo, segundo a Jeep, é o primeiro da marca desenvolvido no Brasil, “mas trará conceito global e será exportado para outros países latino-americanos”. É oferecido em duas versões: Limited e Overland, ambas com opções 4×2 com motor turbo bicombustível e 4×4 com turbo diesel. Essas opções e motores são as mesmas dos outros modelos, o Renegade e o Compass.

Espaço interno
Em relação a este último, uma das principais diferenças do Commander está nos sete lugares que ele oferece, em três fileiras de assentos. Em termos de carga, as capacidades são as seguintes: 1.760 litros com todos os bancos rebaixados, 661 litros na configuração com cinco ocupantes e 233 litros com os sete assentos levantados, “o maior volume com sete ocupantes no segmento”, segundo a fábrica.
Em relação a este último parâmetro, fizemos uma consulta com concorrentes e encontramos os seguintes números: Mitsubishi Outlander, 120 litros, Chery Tiggo 8, 193 litros, Tiguan Allspace, 216 litros. Não encontramos a capacidade, em litros, da Toyota SW4. Aliás, essa é uma informação difícil de conseguir nas montadoras, por motivos óbvios: mesmo no caso do Commander, que entre esses pesquisados apresentou o maior espaço, nenhum modelo tem porta-malas generoso, se forem ocupados os sete assentos. Para se ter ideia, o Mobi, ultra compacto da Fiat, tem 200 litros no seu bagageiro.
Além desse número “positivo”, em relação aos concorrentes, o Jeep Commander tem um número que vale destacar: 31 litros de volume nos porta-objetos. E continuando no quesito conforto e espaço, a segunda fila tem um deslocamento de até 14 cm, permitindo escolher entre mais folga para as pernas dos passageiros ou aumentar mais o porta-malas. Além disso, a segunda e terceira fileiras de assentos são reclináveis. Por fim, as portas têm um bom ângulo de abertura, de 80°, o que facilita a vida na hora de entrar e sair do veículo.

Equipamentos
Em relação a itens de tecnologia, o Commander traz recursos compatíveis com a sua categoria. Ele vem painel de comandos digital personalizável de 10,25” e central multimídia com tela touch de 10,1” Full HD com navegação embarcada e espelhamento para Apple Carplay e Android Auto por conexão sem fio. Conta também com carregamento de smartphones sem a necessidade de cabo.
Outros itens são acesso ao porta-malas com abertura e fechamentos elétricos na Limited e Overland (nesta última tem também sensor de presença – Hands-Free), pára-brisas e vidros laterais térmicos, rebatimento automático dos retrovisores, ar condicionado Dual Zone com canal dedicado aos assentos traseiros, banco do motorista com ajuste elétrico em todas as versões, banco dianteiro do passageiro com ajuste elétrico na Overland e teto solar panorâmico.
Em relação a componentes de condução autônoma, também não há nada de extraordinário, considerando seu segmento: controle de cruzeiro adaptativo (piloto automático que reduz a velocidade ou freia o carro em caso de aproximação com o da frente), detecção de ponto cego e de tráfego cruzado, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista, reconhecimento de placas de velocidade, comutação automática de faróis e park assist.
Uma novidade que merece destaque é a presença, na versão Overland, da função Alexa in vehicle, que leva a assistente pessoal da Amazon para dentro do novo SUV da Jeep. Com ela, é possível, por exemplo, fechar os vidros, ligar os faróis ou o motor e executar comandos no ambiente externo, como abrir o portão da garagem, ver a condição do tempo, procurar um restaurante ou uma farmácia, ou acrescentar um item a uma lista de compras.
Fizemos uma busca entre concorrentes e não achamos a Alexa em outros modelos. A Volkswagen, por exemplo, tem assistente virtual no Tiguan, mas não nos modelos comercializados no Brasil. E a BMW oferece o recurso, mas seus modelos são bem mais caros que os do segmento de sete lugares do Commander.

Motores e câmbio
Como dissemos, o Commander vem equipado com sistemas de propulsão já conhecidos do mercado e presentes em outros modelos. O motor flex tem 185 cv e 270 Nm e trabalha com sistema de tração 4×2 e câmbio automático de 6 velocidades. Já o turbo diesel recebeu para o novo modelo um mapa de calibração específico, permitindo um aumento de torque de 350 Nm para 380 Nm. Com 2.0 litros e quatro cilindros, ele tem 170 cv de potência.
As versões diesel do Commander possuem sistema de tração 4×4 com reduzida, câmbio automático de 9 velocidades, seletor de terrenos com três modos (Sand/Mud, Snow e Auto) e HDC (Hill Descent Control), que auxilia o motorista em descidas íngremes durante percursos off road.

Principais características
das versões
A Limited vem com rodas de liga leve de 18”, conjunto óptico Full Led e bancos em couro e suede (um tecido produzido com material sintético e poliéster) preto e acabamento interno preto. Traz painel digital de 10,25”, central multimídia de 10,1” com espelhamento sem fio, carregador de celular por indução, bancos dianteiros com ajustes elétricos e abertura elétrica do porta-malas. Além disso, conta com sete airbags e todos os sistemas de direção autônoma citados anteriormente.
Já a Overland traz rodas em liga leve de 19” e bancos em couro e suede marrom. Além dos conteúdos oferecidos na versão Limited, ela vem com teto solar panorâmico, sistema de som premium Harman Kardon, banco de passageiro elétrico, porta-malas com sensor de presença e tomadas de 127 v e a assistente virtal Alexa.

Preços
Limited Turbo Flex AT6:
R$ 199.990
Overland Turbo Flex AT6:
R$ 219.990
Limited Turbo Diesel 4×4 AT9:
R$ 259.990
Overland Turbo Diesel 4×4 AT9:
R$ 279.990